Dia Internacional da Mulher – como surgiu

O Dia Internacional da Mulher, comemorado todo dia 8 de março, possui versões diferentes em relação ao surgimento. Conheça aqui quais são:

Dia Internacional da Mulher – como surgiu

– Versão clássica

De acordo com a versão que se consagrou como sendo a verdadeira por muitos anos, o Dia Internacional da Mulher surgiu pelo seguinte contexto: uma fábrica têxtil onde só trabalhavam mulheres, na periferia de Nova Iorque, Estados Unidos, pegou fogo matando centenas de mulheres queimadas, pois ficaram presas na fábrica. Esse foi um crime que chocou o mundo, pois as mulheres haviam parado as suas atividades para reivindicar a redução da jornada de trabalho e a licença maternidade remuneradas. Então, a direção se recusou a atendê-las e, como as portas estavam trancadas, o incêndio foi criminoso. Embora para as autoridades locais e os patrões, a morte delas é um exemplo do que poderia acontecer com quem não cumprisse as regras, mas para as mulheres e trabalhadores organizados de diversos países, o martírio fortaleceu o movimento pela defesa dos direitos das mulheres, então, 8 de março começou a ser comemorado por associações de mulheres e sindicatos de vários países.

– A história foi contestada

Recentemente essa versão clássica foi contestada, onde estudiosos no assunto alegam que o acidente da fábrica em 1857 não aconteceu. Para eles, o acidente aconteceu em 11 de março de 1911 em uma fábrica têxtil, onde a maioria dos trabalhadores eram mulheres. Quando o acidente aconteceu, 8 de março já era uma data defendida por europeias e americanas que eram ligadas ao movimento socialista, sendo concretizada através da iniciativa de Clara Zetkin, em 1910. Apesar das versões citadas acima, a única certeza que se tem é que o dia foi instituído oficialmente pela ONU em 1975. Nessa época o movimento feminista já estava eclodido no mundo e só foi ganhando cada vez mais força.

Publicado por Andreia Silveira na categoria Cultura no dia março 24th, 2014.

Clique aqui para Comentar! »


You can comente, or trackback from your own site.

Deixe seu comentario: