As cores das Lixeiras na Coleta Seletiva

dezembro 6th, 2012 Alex Posted in Dicas, Ecologia, Sa√ļde No Comments »

Imagina você caminhando pelo parque e se depara com um posto de coleta seletiva onde existem várias lixeiras todas com cores diferentes. Você saberia dizer qual a cor exata que você deve direcionar o seu resíduo como por exemplo: garrafa plástica, papel higiênico e Papel de bala?

O CONAMA РConselho Nacional do Meio Ambiente, orgão responsável pela política do meio ambiente, através da Resolução 275 de 25 de Abril de 2001 define as cores para todos os tipos de Resíduos. Quando falamos de Resíduos, estamos falando de todos aqueles materiais, como embalagens plásticas, restos de comida, baterias, garrafas, papelão ou papel, entre outros.

A Humanidade precisa entender a ordem e o fluxo do sistema em que vive, ou seja, realmente
estarmos ligados para n√£o destruir mais a natureza. Por isso a import√Ęncia de saber utilizar de maneira correta a tabela de cores de res√≠duos nas lixeiras fixadas nos pontos de coleta.

As cores das lixeiras na coleta seletiva segundo a resolução 275/2001 ficaram da seguinte forma:

* AZUL: papel/papel√£o;
* VERMELHO: pl√°stico;
* VERDE: vidro;
* AMARELO: metal;
* PRETO: madeira;
* LARANJA: resíduos perigosos;
* BRANCO: res√≠duos ambulatoriais e de servi√ßos de sa√ļde;
* ROXO: resíduos radioativos;
* MARROM: res√≠duos org√Ęnicos;
* CINZA: resíduo geral não reciclável ou misturado, ou contaminado não passível de separação.

Geralmente n√£o encontramos todas as cores nas lixeiras, pois alguns res√≠duos s√£o espec√≠ficos de alguns processos. Se n√£o houver onde descartar o seu res√≠duo, nunca coloque em outro apenas para se livrar do mesmo. Entre em contato com a secretaria do meio ambiente se for em algum org√£o p√ļblico, ou entre em contato com o respons√°vel pela organiza√ß√£o em quest√£o no caso de uma iniciativa privada.

As cores mais frequentes que você vai encontrar são:

* AZUL: papel/papel√£o;
* VERMELHO: pl√°stico;
* VERDE: vidro;
* AMARELO: metal;

Então vamos lá, informe-se, estude e pratique a coleta seletiva direcionando o seu resíduo corretamente!!!

AddThis Social Bookmark Button

Telhas Ecológicas Caixa de Leite

novembro 30th, 2012 Alex Posted in Casa, Dicas, Ecologia, Produto, Sa√ļde No Comments »

Você que está construindo sua casa, já pensou em usar telhas ecológicas de caixa de leite no lugar das tradicionais? Vamos pegar como exemplo uma telha de amianto que tenha as mesmas características físicas da reciclável para ver as vantagens e desvantagens.

Telhas ecológicas:

A telha ecológica de caixa de leite tetra pack, são fabricadas em algumas cidades do país. Para a confecção de uma telha, são necessárias 2,5 mil caixa de leite. No Rio Grande do Sul existe uma empresa que fábrica em média 80 telhas desta por dia. Isto significa que comprando telhas ecológicas você está ajudando na diminuição do impacto ambiental pelos resíduos sólidos urbanos.

As op√ß√Ķes de dimens√Ķes das telhas ecol√≥gicas s√£o limitadas em rela√ß√£o as telhas comuns. A dimens√£o mais encontrada no mercado √© 220x92cm. Por√©m a resist√™ncia destas telhas na hora da instala√ß√£o e tamb√©m na durabilidade compens√£o no final. Poe serem flex√≠veis e n√£o quebrarem, essas telhas s√£o capazes de suportar bem uma chuva de graniso.

Em relação a custo, uma telha ecológica custa em torno de R$38,00, um pouco mais caro que a telha de amianto, porém a durabilidade é superior a 100%.

Telhas de amianto (asbesto):

A telha de amianto aqui comparada √© a de 110×213 cm. O amianto utilizado na constru√ß√£o desta telha √© altamente t√≥xico devido ao p√≥ que sai do material. Caso voc√™ precise trabalhar com este material √© indispens√°vel o uso de m√°scaras. Al√©m disso, a telha fica totalmente r√≠gida e pesada, tornando sua instala√ß√£o mais complexa e demorada.

Esta telha custa em torno de R$30,00, ficando 22% mais barato que a telha ecológica, porém você perde na durabilidade, peso e instalação.

O mais importante aqui é dar uma opção ecológica e satisfatória, principalmente pelo fato de utilizar um material reciclado. São muitos os exemplos que podemos citar aqui em relação a utilização de materiais recicláveis para ajudar a natureza. Basta nós seres humanos estarmos ligados nas novidades que a Sustentabilidade está nos proporcionando.

AddThis Social Bookmark Button

Resíduos sólidos urbanos

novembro 29th, 2012 Alex Posted in Casa, Dicas, Ecologia, Sa√ļde, Servi√ßos No Comments »

Vulgarmente chamado de lixo urbano, os res√≠duos s√≥lidos urbanos (RSU¬īs) s√£o o resultado de atividades dom√©stica e comercial da civiliza√ß√£o. A composi√ß√£o do res√≠duo s√≥lido urbano pode variar entre as popula√ß√Ķes, havendo diferen√ßas entre as condi√ß√Ķes s√≥cio-econ√īmica e das condi√ß√Ķes e h√°bitos de vida de cada ser humano.

Existem atualmente muitas cidades que são modelos na coleta de lixo realizando a separação e envio dos resíduos aos seus destinos corretos. Infelizmente não são todas, mas os governantes já estão tomando as providências para que todas passem a adotar a coleta seletiva dos resíduos sólidos urbanos.

A proposta aqui √© conscientizar a todos que mesmo n√£o havendo a coleta seletiva na sua cidade, voc√™ pode fazer a sua parte a partir de casa e agora mesmo, aplicando a coleta seletiva do seu lixo, separando-o entre “seco” e “org√Ęnico“.

Lixo Seco:

– Papel, papel√£o, pl√°stico, vidro*, metais e roupas;

Lixo Org√Ęnico:

РRestos de comida, da sua preparação e limpeza.

Resíduo contaminado reciclável:

– √ďleo de cosinha – Em algumas cidades existem postos de coleta deste √≥leo que pode ser reciclado;

– √ďleo de motor – Os postos de gasolina aceitam o √≥leo de motor usado;

РResíduos informáticos Рinforme-se em sua prefeitura que eles podem orientar onde são os pontos de coleta dos resíduos informáticos.

* ATENÇÃO: ao descartar o vidro no lixo, lembre-se de proteger bem com jornal, fita e identificado para evitar um acidente de trabalho do nosso companheiro lixeiro que em muitas cidades ainda pegam o lixo com as mãos.

AddThis Social Bookmark Button

Sustentabilidade

novembro 29th, 2012 Alex Posted in Ecologia, Economia No Comments »

A sustentabilidade √© a habilidade de sustentar ou suportar uma ou mais condi√ß√Ķes, exibida por algo ou algu√©m. √Č uma condi√ß√£o ou caracter√≠stica de um processo ou de um sistema que permite a sua perman√™ncia em certo n√≠vel, por um prazo determinado.

Na atualidade, este termo tornou-se um princ√≠pio determinante para a continua√ß√£o da humanidade, pois define que o uso dos recursos naturais para a satisfa√ß√£o de necessidades presentes n√£o pode comprometer a satisfa√ß√£o das necessidades das gera√ß√Ķes futuras.

Para o in√≠cio de qualquer projeto sustent√°vel √© necess√°rio levar em conta tr√™s (3) quest√Ķes muito importantes:

Questão Social: na utilização dos recursos naturais é importante respeitar o ser humano, para que este respeite a natureza;

Quest√£o Energ√©tica: sem energia a economia n√£o se desenvolve. A economia n√£o se desenvolvendo, as condi√ß√Ķes de vida das popula√ß√Ķes se deterioram;e

Quest√£o Ambiental: Com o meio ambiente degradado, o ser humano abrevia o seu tempo de vida, a economia n√£o se desenvolve e o futuro fica insustent√°vel.

O princ√≠pio de sustentabilidade aplica-se a um √ļnico empreendimento, a uma pequena comunidade (a exemplo das ecovilas), at√© mesmo o Planeta inteiro.

Para que um projeto sustentável seja considerado sustentável, é preciso que seja:

Ecologicamente correto;
Economicamente vi√°vel;
Socialmente justo;e
Culturalmente diverso.

A Sustentabilidade n√£o √© um assunto que deve ficar apenas nos ambientes administrativos dos governantes e empres√°rios, mas sim ser um tema que esteja presente no dia a dia da humanidade para que a pr√≥pria popula√ß√£o possa opinar sobre as decis√Ķes que de alguma forma possam comprometer a exist√™ncia da ra√ßa no futuro.

AddThis Social Bookmark Button

Hora do Planeta – hoje as 20:30

mar√ßo 31st, 2012 Alex Posted in Ecologia, Not√≠cias No Comments »

A Hora do Planeta é um ato simbólico, promovido no mundo todo pela Rede WWF, no qual governos, empresas e a população demonstram a sua preocupação com o aquecimento global, apagando as suas luzes durante sessenta minutos.

Será neste sábado, dia 31 de março, das 20h30 às 21h30. Apague as luzes e participe da Hora do Planeta 2012!

AddThis Social Bookmark Button