Formol Anvisa

O formol é uma substância química muito utilizada em processos químicos de alisamento de cabelos. Porém, apesar de sua popularidade, a Anvisa proibiu a comercialização de produtos cosméticos que trazem formol em sua fórmula, desde junho de 2009. Produtos que possuam doses exacerbadas de formol não são registrados pelo órgão, tornando-se, portanto, ilegais no mercado.

Formol Anvisa

Muitos estudos foram realizados, já que o número de pessoas utilizando a substância crescia abruptamente. Neste estudos ficou comprovado que o formol causa sérios danos à saúde, tanto em quem recebe quanto em quem aplica o formol nos cabelos do cliente.

Quem utiliza o formol como alisante capilar, fica submetido à  irritação, coceira, queimadura, inchaço, descamação e vermelhidão do couro cabeludo, queda do cabelo, ardência e lacrimejamento dos olhos, falta de ar, tosse, dor de cabeça, ardência e coceira no nariz, devido ao contato direto com a pele ou com vapor. Além disso, crises cardiorrespiratórias graves e cancerígenas também foram detectados.

É importante afirmar que o foco da proibição do uso do formol pela Anvisa é acabar com o uso abusivo da substância: o limite máximo de formol permitido em qualquer produto alisante é de  0,2%. Portanto, os cosméticos que possuem uma quantidade menor do que a mencionada, são registrados normalmente pela Anvisa, e podem sr utilizados.

Profissionais que ainda possuam dúvidas quanto à regularização e utilização do formol nos processos alisantes, pode consultar o site da Anvisa, no endereço http://www.anvisa.gov.br.

Publicado por Tatiane na categoria Beleza, Saúde no dia outubro 8th, 2012.

Clique aqui para Comentar! »


You can comente, or trackback from your own site.

Deixe seu comentario: